O seu portal de comparação de preços

Ômega 3: quais são seus benefícios e como consumir

foto-do-suplemento-omega3

O ômega 3 é uma gordura benéfica com ação anti-inflamatória, capaz de controlar os níveis de colesterol e glicemia, prevenir doenças cardiovasculares e cerebrais, além de melhorar a memória e a disposição.

Existem três tipos de ômega 3: ácido docosahexaenoico (DHA), ácido eicosapentaenoico (EPA) e ácido alfa-linolênico (ALA). Esses ácidos graxos podem ser encontrados principalmente em peixes como salmão, atum e sardinha, além de sementes como chia e linhaça.

Além da alimentação, o ômega 3 também pode ser consumido como suplemento em forma de cápsulas, disponíveis em farmácias, drogarias e lojas de produtos naturais.

12 benefícios do Ômega 3 para a saúde

  1. Redução da inflamação: o ômega 3 possui propriedades anti-inflamatórias, sendo útil no tratamento de doenças inflamatórias como a doença inflamatória intestinal e a artrite reumatoide. Além disso, sua ação anti-inflamatória contribui para a prevenção de danos celulares e o desenvolvimento de câncer.

  2. Proteção cardiovascular: o ômega 3 auxilia na redução do colesterol ruim e dos triglicerídeos, responsáveis pela formação de placas de gordura nas artérias. Isso promove um melhor funcionamento do sistema cardiovascular, prevenindo infarto, arritmia, insuficiência cardíaca e derrame cerebral. Também ajuda a aumentar o colesterol bom, controlar a pressão sanguínea e reduzir danos nas células, mantendo os vasos sanguíneos saudáveis.

  3. Prevenção de coágulos: especialmente o DHA e o EPA, presentes no ômega 3, possuem propriedades anticoagulantes, reduzindo a formação de coágulos sanguíneos e prevenindo complicações como trombose venosa profunda e embolia pulmonar.

  4. Combate à depressão: o ômega 3 protege as células cerebrais, melhorando a atividade do cérebro e aumentando a produção de substâncias responsáveis pelo bem-estar emocional, como serotonina, dopamina e noradrenalina. Dessa forma, pode prevenir, combater e auxiliar no tratamento da depressão, diminuindo os sintomas depressivos e melhorando o sono e o apetite sexual.

  5. Controle da asma: devido à sua ação anti-inflamatória, o ômega 3 pode ser útil no combate à asma, reduzindo o risco de crises e complementando o tratamento médico.

  6. Prevenção de doenças autoimunes: estudos indicam que o ômega 3 pode ajudar a reduzir o risco de desenvolvimento de doenças autoimunes, como diabetes tipo 1, esclerose múltipla, lúpus, artrite reumatoide, colite ulcerativa, doença de Crohn e psoríase.

  7. Controle da glicemia: o ômega 3 pode ajudar a reduzir os níveis de açúcar no sangue, melhorando a resistência à insulina. Isso o torna um aliado importante no tratamento do diabetes tipo 2.

  8. Melhora do funcionamento cerebral: o ômega 3 é essencial para as funções cerebrais, pois cerca de 60% do cérebro é composto por gordura, especialmente ômega 3. Sua deficiência pode estar associada a problemas de aprendizado e memória. Aumentar o consumo de ômega 3 protege as células cerebrais, melhorando a memória e o raciocínio.

  9. Prevenção do Alzheimer: estudos indicam que o consumo de ômega 3 pode reduzir a perda de memória e o risco de desenvolver Alzheimer, melhorando o funcionamento dos neurônios cerebrais.

  10. Melhora da qualidade da pele: o ômega 3, principalmente o DHA, é um componente essencial das células da pele. Sua ingestão ajuda a manter a pele macia, hidratada, flexível e sem rugas. Além disso, protege a pele dos danos causados pelo sol devido às suas propriedades antioxidantes.

  11. Controle do TDAH: a deficiência de ômega 3 está associada ao transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) em crianças. Aumentar o consumo de ômega 3, especialmente EPA, pode reduzir os sintomas desse transtorno, melhorando a atenção, a conclusão de tarefas e reduzindo a hiperatividade, impulsividade, agitação e agressividade.

  12. Melhora do rendimento muscular: a suplementação de ômega 3 ajuda a reduzir a inflamação muscular causada pelo exercício físico, acelerando a recuperação dos músculos e diminuindo a dor após o treino. Além disso, melhora a disposição e potencializa o desempenho nos treinos, sendo benéfico também em tratamentos médicos como fisioterapia e reabilitação cardíaca.

Benefícios do ômega 3 na gravidez

a suplementação de ômega 3 durante a gravidez é recomendada para prevenir partos prematuros, melhorar o desenvolvimento neurológico do bebê e reduzir o risco de complicações como depressão materna, pré-eclâmpsia, baixo peso do bebê, autismo, TDAH, alergias e asma nas crianças, além de promover melhor desenvolvimento neurocognitivo.

A quantidade diária recomendada de ômega 3 varia de acordo com a faixa etária e o estado fisiológico. É importante lembrar que, em casos de deficiências ou necessidades nutricionais específicas, a suplementação deve ser orientada por um médico ou nutricionista.

 

Compre seu omega 3 com desconto!

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

O seu portal de comparação de preços
Logo